quarta-feira, 1 de abril de 2009

Contos Curtos


Um dia, Hemingway escreveu uma história em seis palavras: “Vende-se: sapatos de bebê. Nunca usados”, e chamou-lhe a sua melhor história. Isto inspirou a revista Wired a pedir a vários escritores famosos a escreverem contos igualmente curtos. Eu, particularmente, tenho grande apreço por essa forma concisa de expressão. Escolhi alguns para mostrar a vocês. 

Eis aqui:

Desejei-o. Tive-o. Que merda.
- Margaret Atwood

Camisa tirada à pressa. Cabeça não.
- Joss Whedon

Com as mãos sangrentas, digo adeus.
- Frank Miller

O pênis dele rasgou-se; ele engravidou!
- Rudy Rucker

Demasiado caro continuar a ser humano.
- Bruce Sterling

Coração partido, 45, desejo conhecer mutilado.
- Mark Millar

Epitáfio: Não o devia ter alimentado.
- Brian Herbert

Por favor, é tudo. Eu juro.
- Orson Scott Card

Pensei que tinha razão. Não tinha.
- Graeme Gibson

Morri. E tive saudades tuas. Beijas-me?
- Neil Gaiman

6 comentários:

  1. nossa!
    gostei demais desses pequenos contos!
    é aquela velha coisa... quanto menos eles narram, mais a história é nossa. Pura abstração!
    demias!

    ResponderExcluir
  2. q legal, olha o meu: comecei...terminei.

    ResponderExcluir